TSE julgará recurso de Rosinha na próxima semana

O julgamento da ação cautelar impetrada pela prefeita afastada Rosinha Garotinho (PMDB) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi retirada de pauta ontem à noite pela corte de Brasília. Em seu Twitter, o deputado federal Geraldo Pudim (PR), que se encontra em Brasília, disse que a razão para o adiamento foi a “pauta carregada”, ou seja, o expressivo número de processos para serem julgados ontem, que se estendeu até às ultimas horas da noite. Um novo julgamento deve ser marcado para a próxima semana. As sessões do TSE ocorrem às terças e quintas-feiras.

O julgamento do agravo regimental será pelo colegiado do TSE, que poderá ou não derrubar as decisões monocráticas anteriores. Caso seja favorável, Rosinha retorna imediatamente ao cargo e aguarda um recurso especial no mesmo TSE, quando então serão julgado o mérito da ação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.