TJ/RJ matém ex-prefeita afastada

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro manteve a condenação de Núbia Cozzolino por improbidade administrativa. A defesa da ex-prefeita de Magé havia entrado com um recurso. Pela decisão, a ré está condenada a todas as sanções da lei de improbidade administrativa por atos de promoção pessoal.

Núbia fora condenada a perda da função pública de prefeita com a consequente suspensão dos direitos políticos por dez anos, ao pagamento de multa civil no valor de 50 vezes o de seus subsídios, a ser revertido ao município, e a proibição de contratar com o Poder Público, pessoalmente, ou por interposta pessoa, e de receber benefícios ou incentivos, fiscais ou creditícios, por cinco anos. A ré ficou ainda obrigada a ressarcir integralmente o dano causado ao município de Magé.Fonte: G1

One thought on “TJ/RJ matém ex-prefeita afastada”

  1. Deus seja louvado, esta fazendo justiça em minha vida, pois esta mesma prefeita tirou-me a oportunidade de em 2004 me tornar servidor do municipio de Magé, e agora veio a confirmação da Justiça dos homens e de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.