Royalties: relação de repasses dos municípios produtores e limítrofes

A elevação na arrecadação dos royalties do petróleo para os municípios produtores e limítrofes, referentes à produção de março, fez Campos receber R$ 49.909.363,00, elevação superior a 18% (mais R$ 8,36 milhões), em relação ao último repasse, no mês passado, quando ganhou R$ 41.548.190,21.

O dinheiro foi depositado nas contas das prefeituras, nesta sexta-feira (20), pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), com base nos cálculos efetuados pela Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Repasses de royalties para os municípios:

Campos – R$ 49.909.363,00; Macaé – R$ 35.499.900,73; Cabo Frio – R$ 12.594.916,18; São João da Barra – R$ 10.903.089,66; Quissamã – R$ 6.770.930,37; Carapebus – R$ 2.693.635,09; Itaperuna – R$ 680.056,25; São Francisco de Itabapoana – R$ 585.603,99; São Fidélis – R$ 566.713,55; Cardoso Moreira – R$ 415.589,93; Italva – R$ 434.479,02

Royalties crédito em: 20/05/2011 – Competência: Março de 2011 – Fonte: Banco do Brasil

One thought on “Royalties: relação de repasses dos municípios produtores e limítrofes”

  1. Sinceramente não da para entender esse critério de distribuição dos royalties. Só uma pequena comparação, por exemplo, Itaperuna tem extensão territorial menor que São Francisco e não tem um metro sequer de orla marítima, ao contrário de São francisco, que tem uma das maiores extensões de orla marítima do estado, recebe menos que Itaperuna e o que é pior, como município limítrofe.
    ALÔ BETO DA SAÚDE, MEXA-SE. CADÊ AQUELA SURPRESA QUE VOCÊ DISSE QUE TERÍAMOS, EM RELAÇÃO AOS ROYALTIES, NO FINAL DO ANO PASSADO.
    Por onde andam os deputados federais que estiveram pedindo votos em São Francisco?

    http://www.edisonrocha.blogspot.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.