Presidente do Twitter doará US$ 1 bilhão para o combate ao coronavírus

Jack Dorsey, cofundador e presidente do Twitter, revelou nesta terça, 7, que doará US$ 1 bilhão em projetos de combate ao coronavírus – é a maior doação de uma única pessoa em todo o mundo para a causa. O anúncio foi feito em uma série de tuítes na rede social.

Nas mensagens, Dorsey diz que todas as ações feitas com o dinheiro serão rastreadas por uma planilha pública – o documento já aponta uma doação de US$ 100 mil para a America’s Food Fund, um projeto para doação de comida nos EUA fundado por Laurene Powell Jobs, víuva de Steve Jobs, e o ator Leonardo DiCaprio.

Após a pandemia, o executivo diz que direcionará os recursos da Small Start para esforços de renda básica universal e educação e saúde de meninas. “Por que agora? As necessidades são urgentes, e quero ver o impacto ainda em vida. Espero que isso inspire outros a fazer algo similar. A vida é muito curta, então vamos fazer tudo que pudermos para ajudar as pessoas agora”, escreveu ele.

A doação de Dorsey até o momento é muito maior do que outros bilionários de tecnologia. Com uma fortuna de mais de US$ 60 bilhões, Mark Zuckerberg doou até o momento US$ 25 milhões. Bill Gates, fundador da Microsoft, doou US$ 50 milhões.

Dorsey afirmou que a doação, que representa cerca de 28% de sua fortuna de US$ 3,3 bilhões, será feita em ações da Square, startup de pagamento onde o executivo também ocupa a presidência. É onde está também boa parte do patrimônio do executivo. O dinheiro será direcionado para o fundo filantrópico Start Small, que pertence ao executivo. Fonte: Estadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.