Papa Francisco critica falso cristão que rouba do povo e doa à Igreja

Na homilia desta segunda-feira (11/11), o Papa Francisco afirmou que quem doa à Igreja e rouba o Estado é um falso cristão, porque leva uma vida dupla. O chefe da Igreja afirmou que “se pode ser pecador, porque todos somos, mas não corrupto”, dedicando sua homilia ao perdão. “Jesus não se cansa de perdoar e nos aconselha a fazer o mesmo com os demais”, disse Francisco.
Falando a respeito da vida dupla de um cristão e dos males que ela traz, Francisco citou as pessoas que asseguram que são benfeitoras da Igreja, abrem o bolso e dão para Igreja, mas com a outra mão roubam o Estado, os pobres. “Isto é uma injustiça. É a diferença entre os pecadores e os corruptos. Quem tem uma vida dupla é um corrupto”, sentenciou.
Francisco fez questão de deixar sua crítica até mesmo para os falsos religiosos. “Todos conhecemos alguém que se encontra nesta situação e o mal que fazem. Cristãos corruptos, sacerdotes corruptos. Que grave é isto para a Igreja. Gente que não vive no espírito do Evangelho, mas no da mundanidade”, finalizou ressaltando que a dignidade vem do trabalho digno, do trabalho honesto e não desse caminho mais fácil. Fonte: ANSA- BRASIL: Agencia Italiana de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.