Bom exemplo e polêmica em Manguinhos

Passando pela praia de Manguinhos, onde o blog foi colher imagens para o quadro “Turismo e Você“, observei e, muito me chamou atenção, o bom gosto da moradora e advogada Lucimere Azevedo Estevão, que cuida com muito carinho do meio ambiente à beira mar.
Fotos: Noel Junior
Mas acredite se quiser, a Secretaria de Meio Ambiente do município quer a retirada de toda estrutura construída pela moradora. Posso até ser leigo sobre leis ambientais, mas cá para nós, ficou um luxo o que foi idealizado pela advogada, que em conversa com o blog, revelou o desejo de ver implatado na região do Coreto, localizado em frente a Igreja Católica, um ambiente de lazer para crianças da localidade.
O que tem de mais uma iniciativa como esta? Nao está degradando o meio, pelo contrário, está protegendo e servindo de modelo para que outras pessoas façam o mesmo e, com bom gosto.

Acredito que está existindo uma certa “implicância” dos que dizem donos da verdade na referida Secretaria, pois, já andei observando na orla de Guaxindiba e até mesmo de Manguinhos, alguns piquetes de madeira impedindo que veículos subam na restinga e na vegetação rasteira da praia. Parabéns! Mas nao interfiram naquilo que vem dando certo. A inicitiva da dona Lucimere Estevão é um exemplo disso e, deveria ser seguido.

9 thoughts on “Bom exemplo e polêmica em Manguinhos

  1. Noel Jr., boa tarde!
    Vale lembrar que área abeira de mar, rios e lagos pertencem a União, a cuidados imediatos dos municípios e estados, para sua preservação como espaço público, não passivos de uso Ca pião e de beneficio de todos. Se esta moda pega, imagine todos que podem esticando seus terrenos a beira das águas, como o que já acontece nos condomínios de luxo do litoral do Rio e SP, como ex Angra, Búzios, Mangaratiba, São Vicente e outros, onde as associações de moradores ou cidadãos indignados precisam entrar na Justiça para ter acesso ao mar, e cidades como Magé, Cachoeiras de Macacú, Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, onde as beiras de rios foram usurpadas e impedindo o cidadão comum exercer o seu sagrado direito Constitucional de IR E VIR E FICAR, do art 5º da CF., Não tenho procuração para defender este governo que aqui esta, mas LEI é LEI, foram feitas para todos, e ser cumprida.
    Fidélis Jr., Guaxindiba.

  2. Olá Noel, até agora venho visitanto o seu blog e apoiando as suas idéias, mas desta vez… atenha-se a não palpitar sobre assuntos que você desconhece. O Danillo explicou (acima) com muita propriedade o que acontece. A beira-mar não é quintal da casa de ninguém. Está bonito? Ficou bacana? E daí?! Vou repetir o que disse o Danillo: imagine se todo mundo resolver tomar posse de margens de rios, praias e lagos? Existe uma limitação determinada por lei, e o que a Secretaria de Meio Ambiente vem fazendo é cumprir esta lei. Se o secretário não faz isso, é cobrado pelo Ministério Público, Polícia Federal, etc e tal… além de ser penalizado por omissão ou cumplicidade criminal. A Dona Lucimere Estevão que dê um jeito de desmontar o parquinho dela, afinal ocupar área da união é crime federal, e ela como advogada deveria muito bem saber disto.

  3. Tenho que concordar com a opnião de todos voces.Me desculpe pela falta de conhecimento. Sendo assim, devo entender que se um cercadinho deve ser retirado pela Sec. de Meio Ambiente, ou Min. Público e ainda pela Policia Federal, creio que todas as residencias localizada naquela mesma região deve tambem ir para o chão, que seja cumprida a referida lei.
    Mais uma vez, me desculpe pelo meu erro.
    Aproveito para agradecer o seu acesso e sua participaçao. Grato!

  4. Caro Noel, sempre apoiei suas iniciativas, mas dessa vez vc embarcou numa tremenda "furada", além de tudo que já foi dito, apropriação indébita é crime, estão querendo acabar com o espaço mais democrático que conheço, que é a praia.

  5. Amigo Noel Junior, agradeço seu entendimento após postagem de pessoas da população. Esclareço que respondo pela secretaria de meio ambiente para cumprir a legislação vigente. Entendo plenamente a contestação sobre a demanda. Porém a praia é um bem público, a vegetação de litoral é aquela que no município as pessoas procuram degradar, tanto que nossa franja praial esta quase toda antropizada, carecendo de processo de regeneração com urgência. A zona dinâmica de litoral é uma realidade qualquer hora a falta de vegetação vai engolir as residências irregulares e alterar a morfologia ambiente. Veja a situação de Guaxindiba e Atafona.Todos gosta de ver a praia e o mar, mais só alguns em nosso município tem o direito. Esclareço ainda ao amigo que a praia é direito de todos e não privilégio de alguns, e mais, não só aquela residência, como mais de trinta naquele local existe demanda do ministério público como no IBAMA. Não tenho nada pessoal contra ninguém. Porém tenho obrigação de cumprir meu ato de oficio, sei que acaba incomodando muita gente mais a legislação ambiental esta a meu lado por assumir a secretaria não posso pecar por omissão. ou seja o famoso geitinho.
    Fico satisfeito do entendimento da população que esta esclarecida pois as postagens não escondem o contentamento com atitudes corretas.
    Amigo Noel Junior, não está aqui para criticá-lo e sim para esclarecer o que muita gente entende que tenho algo pessoal com alguém. Não é nada disso no serviço público a impessoalidade e algo primordial para quem quer exercer cargo público.
    Não é só em Manguinhos que estamos fazendo isto, já derrubamos um muro na localidade de Guriri e retirada varias cercas que impediam o acesso as praias além de uma estrada estadual fechada beneficiando um proprietário rural.
    Atualmente a secretaria esta fazendo um levantamento de todas áreas de risco no município, sei que aqui a maioria é devido a alagamento tais como, buraco fundo e barra velha em Gargaú aterro de Manguezal, Manguinhos faixa litoral, Barra do Itabapoana a maioria é manguezal, somente Lagoa Feia e Máquina e através de movimento de massa " Encosta". Veja bem tudo feito em áreas de preservação permanente.
    Um alerta " Petrópolis, Teresópolis e Friburgo" devido a ausência do poder público analise o numero da tragédia. Felicidade e, continue assim aceitando as diferenças.
    Agradeço a Danilo, Gavião do sertão e Paulo Cezar pelo belo entendimento. Assinado Roberto Vinagre Cardoso

  6. Boa noite NOel Júnior, em primeiro lugar quero te agradecer pela matéria e dizer que o amor por Manguinhos é muito grande. Nunca em nenhum momento quis ultrapassar limites legais, e isso até teria muita graça sendo eu uma advogada. Há anos atrás o mar levou quase tudo, e eu e meus vizinhos lutamos e conseguimos fazer retornar a vegetação nativa. É preciso ser feito um trabalho ainda maior, e por quem entende e sabe o que está fazendo, porque o desbarrancamento da área pode ocorrer, tanto que foi feito um pedido ao Sr. Roberto Vinagre, para que seja impedido o acesso de veículos de forma a proteger a área do Coreto da Igreja. Estive pessoalmente com o Sr. Roberto Vinagre e pedi desculpas em presença do Vereador Caboclo de Barra, de seu filho Edmário, de Manoel Irineu Azevedo e de Júlio Velasco – Presidente do Bloco Lamore, porque não existe persguição a minha pessoa, e as desculpas foram aceitas. No dia de ontem – na hora do Bingo da Igreja – na Praça do Miolo o pedido de desculpas foram feitos publicamente, e aproveitei para convocar os moradores e veranistas para a reunião do dia 17 de fevereiro às 14 horas, em minha casa na Praia de Manguinhos, com a presença do Sr. Roberto Vinagre e do Vereador Caboclo,onde será explanada a real situação de nossa praia. E o pessoal está ansioso pela reunião, e prontos para colaborar, principalmente agora que a Associação será reativada. Daqui segue um grande abraço para o Vereador Caboclo de Barra, homem sério e distinto, e sensível às questões que envolvem nossa praia, e por ter intermediado o meu entendimento com o Sr. Roberto Vinagre, que muito tem defendido a sua pasta, em um sério trabalho voltado para a preservação do nosso meio ambiente, o que ele vem fazendo desde 1995. Aos comentaristas segue de minha parte o prazer de poder estar participando ativamente do sério trabalho desenvolvido por Noel Júnior.

  7. Ainda para esclarecer ao comentarista, eu não quero um "parquinho", a situação e a seguinte: protegendo a área, não tem desbarrancamento, carros não estacionam, o meio ambiente é protegido, a vegetação vai florescer com força, e as crianças podem aproveitar o espaço com maior segurança, sem receio dos motoristas que desconhecem a nossa história e amor pela praia. Na oportunidade quero dizer da minha alegria com o retorno em grande estilo do PRAIA CLUBE GUAXINDIBA, no dia 26 de fevereiro, com show comemorativo aos 45 anos do nosso clube.

  8. BOa noite Noel Júnior, estou aqui novamente para fechar a questão em pauta. A reunião com o Sr. Secretário de Meio Ambiente foi o maior sucesso. Ela aconteceu no dia de hoje, às 14 hs na minha casa em Manguinhos, e contou com a presença do Vereador Caboclo e de moradores e veranistas. O Sr. Roberto Vinagre levou o datashow e explicou toda a situação ambiental de nosso município, e de diversas cidades brasileiras,e todos acompanharam com muita atenção. Ao final todos se colocaram à disposição para total colaboração com o trabalho que vem sendo efetivado e executado pelo Sr. Roberto Vinagre à frene da Secretaria de Meio Ambiente, porque a questão ambiental é séria demais. Um grande abraço.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.