João Peixoto faz pouco caso de Garotinho

Em entrevista na manhã de sábado(13), o deputado estadual reeleito, João Peixoto (PSDC) mostrou como conhece política e deixa esse conhecimento a seu favor. Aos 65 anos, diz que poderia estar hoje aposentado “com uma merreca por mês” se, ainda jovem, não tivesse seguido seus instintos e deixado o emprego na destilaria para trabalhar em seu primeiro táxi. Hoje, se aproximando de seu quinto mandato como deputado estadual, João Peixoto fala do rompimento com o “filho político”, o vereador Kelinho, de eleição suplementar, da denúncia de compra de votos no dia do pleito e do apoio em outros municípios e nega ter estado ao lado do ex-governador Garotinho: “A ajuda que Garotinho me deu foi quando, em Goytacazes, ele disse que quem votasse em mim não era para votar nele”. (Leia a entrevista completa na Folha da Manhã impressa nessa segunda-feira).
Ao ser perguntado se estaria ao lado de Garotinho, o Deputado disse: – Nunca estive ao lado de Garotinho. Qualquer um que acompanhar minha história vai ver isso. O compromisso do PSDC foi com o PMDB durante a campanha de 2008 em todo Estado e, por isso, apoiamos Rosinha. Mas acabou ali. A ajuda que Garotinho me deu durante essa eleição foi dizer que quem votasse em mim não precisava votar nele. Ganhei muitos votos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.