Dos cerca de 100 juízes sob ameaça menos da metade tem escolta

Dos pelo menos 100 juízes ameaçados de morte no país, 42 têm escoltas. A informação é do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com base em dados parciais repassados pelos tribunais de Justiça e que foram atualizados no começo da noite. O Paraná lidera o levantamento com 30 juízes ameaçados, seguido do Rio de Janeiro com 13.

Mais cedo, a corregedora do CNJ, ministra Eliana Calmon, informou o número de 87 juízes ameaçados, registro que não incluía os dados dos estados de São Paulo e Minas Gerais. Fonte: JB on line

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.