Dobra o número de vítimas de “nude selfie” e “sexting” no país

É cada vez maior o número de pessoas que têm a sua intimidade exposta na internet. De acordo com a ONG Safenet Brasil, as vítimas de “nude selfie” e “sexting”, práticas em que usuários trocam imagens íntimas principalmente através do celular, mais que dobrou nos últimos dois anos.

O levantamento foi feito em parceira com a Polícia Federal e com o Ministério Público, baseados em dados do ano de 2013. O estudo mostra que 101 pessoas foram atendidas por psicólogos online, em um crescimento de 110% em relação a 2012. A ONG estima que haverá um crescimento ainda maior em 2014.

Com relação ao perfil das vítimas, 77,14% delas são mulheres, e a maioria tem entre 13 e 15 anos de idade, com 35,17% do total. Nesta segunda feira, a Safenet lança uma campanha mundial que alerta para o compartilhamento de conteúdo íntimo online, com os dizeres “A internet não guarda segredos” e “Mantenha sua intimidade off-line”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.