Deputados aprovam compra de tornozeleiras por presos no RJ

Os deputados estaduais do Rio de Janeiro aprovaram, na tarde desta quarta-feira (9), projeto de lei que determina que os presos que tiverem de usar tornozeleira eletrônica para o cumprimento de penas poderão optar por comprar o equipamento, caso o estado não tenha nenhum disponível. O governador Luiz Fernando Pezão tem 15 dias para sancionar o projeto, transformando-o em lei, ou vetá-lo.
Jovem flagrado furtando casa é preso outra vez ao tirar tornozeleira em Campo Grande (Foto: Dyego Queiroz/TV Morena)Pelo projeto, de autoria do deputado Dionisio Lins (PP), após cumprir a pena, nos regimes aberto ou semiaberto, o condenado deverá doar o equipamento ao estado. O preso só só ficará isento da compra do equipamento se comprovar que não tem condições financeiras, através de um atestado cartorial concedido pela justiça.
Dionísio lembra ainda que hoje o sistema carcerário tem capacidade para cerca de 27 mil presos, mas conta com quase 50 mil; isso sem contar com um gasto mensal de quase R$ 2 mil com cada apenado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.