Cooperativa capixaba se reúne com pecuaristas e autoridades na intenção de ampliar atuação em São Francisco

A produção leiteira de São Francisco de Itabapoana, que hoje gira em torno de 50 mil litros/ dia, tem grande relevância na economia local e desperta cada vez mais o interesse de indústrias do setor. Disposta a ampliar a captação no município, a Cooperativa de Laticínios Selita vem mantendo contatos com a Secretaria Municipal de Agricultura que tiveram como desdobramento uma reunião, realizada na noite de sexta-feira (21/06) com cerca de 100 pecuaristas no salão do Parque de Exposição de Praça João Pessoa.
Com a participação do prefeito Pedrinho Cherene, do vice-prefeito Amaro Barros e do Secretário Municipal de Agricultura, Edmar Henriques, o encontro foi uma oportunidade para a cooperativa, representada pelo seu presidente, José Onofre Lopes, apresentar seu histórico e expor a intenção de atrair mais produtores do município. A meta, de acordo com Onofre, é não só expandir a atuação na compra do leite, mas também a inserção dos futuros cooperativados em diversos programas de assistência técnica e que têm como objetivo melhorar a qualidade e ampliar a produção.
Se colocando na condição de prefeito e também de produtor rural, Pedrinho Cherene solicitou da cooperativa um atendimento individual a cada um dos produtores rurais para que possam ser discutidas questões relacionadas, entre outras, ao preço da produção. 

– É importante que haja um contato direto com os pecuaristas para que eles possam ouvir as propostas e decidir se é compensatória uma mudança de onde estão para outra empresa na venda da produção. Nos colocamos à disposição, inclusive, oferecendo um espaço físico para que haja  um atendimento aos produtores  que se interessarem em conversar com a cooperativa – destacou.

Destacando a importância da reunião, o Secretário de Edmar Henriques disse que a Secretaria Municipal de Agricultura está aberta ao diálogo com todas as empresas que mostrarem interesse na produção agrícola e pecuária do município. “Nossa função é intermediar esse contato para que nossos produtores possam ter opções de escoamento da produção”. Fonte: AScom -SFI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.