Concursado reclama falta de assistência jurídica

O blog recebeu email do Sr. Marcos Paulo Hinan, reclamando da falta de assistência da Defensoria Pública de São Francisco, no caso concurso público de 2008. O blog faculta espaço para que a Defensoria ou a PMSFI se manifeste:
“Olá Noel Júnior, prazer te escrever mais uma vez, seu Blog com certeza vai virá patrimônio sanfranciscano, pelos seus préstimos a todos nós, por nos ajudar a divulgar nossa realidade. Que seu espaço continue assim, postando a realidade dos fatos sem maquiagem, doa a quem doer!

No mês de novembro de 2008, eu e mais 1000 companheiros fizemos o Concurso Público de São Francisco de Itabapoana. A Prefeitura e seu governante tanto vez que conseguiu procrastinar, na justiça, por mais de 2 anos a homologação do nosso concurso. No último dia 7 de abril, conseguimos a tão demorada homologação. Passados quase 100 dias, da sonhada homologação, o chefe do executivo municipal, não chamou NINGUÉM para tomar posse. E muitos de nós, hoje, estamos desempregados, passando necessidades e sabendo que existem “apadrinhados” do prefeito contratados, ocupando nossos lugares.

Por não sermos convocados, e não termos condições de pagar um advogado particular, reunimos um grupo de pessoas para pedir à Defensoria Pública, instalada na Comarca de SFI, para entrar com Mandado de Segurança e conseguir uma liminar para ocuparmos nossos postos de trabalho, semana passada.

Para nossa surpresa a Defensoria Pública de SFI, que tem a incumbência de nos prestar assistência jurídica, está se NEGANDO a entrar com nossos Mandados de Segurança, alegando que a Secretaria de Administração não tem atendido aos pedidos de informações da quantidade de contratados que a prefeitura tem no momento. Esses Defensores são pagos com nosso dinheiro e quando mais precisamos, cadê o retormo?

Será que além de entrarmos na justiça contra a Prefeitura Municipal de SFI para tomarmos posse, teremos de entrar com representações contra esses Defensores na OAB? Abraços, Marcos Paulo Hinan”

4 thoughts on “Concursado reclama falta de assistência jurídica

  1. Marcos Paulo eu penso que sim, se os únicos que sobraram, institucionalmente falando, (uma vez que não podemos contar com os nossos vereadores e com a obediência do executivo a Constituição Federal), ou seja, se defensoria pública não nos responde, devemos procurar outra instância. Ou será que voltamos a era da barbárie. Na verdade eu penso que São Francisco necessita de uma intervenção Federal. Eu aproveito para convocar a sociedade de São Francisco a se preparar para uma grande manifestação, não somente os concursados, os comerciantes, alunos e todos os que estão cansados de desmando e falta de punição. Abro um parêntese para uma observação: nesta manhã de sexta feira uma secretária gastava seu tempo para explicar em uma rádio local que os contratados ilegalmente poderiam ir á festa de rodeio, que perca de tempo, na verdade essa discussão não deveria existir se o governo municipal cumprisse a Constituição convocando os Concursados os quais não precisariam de autorização.AQUELE DIREITO DE IR E VIR.

  2. Aqui em são francisco acontece de tudo,como se ja não bastasse essa luta pela homologação ,outra luta pela convocação nos obrigando a entrar com mandado de segurança e aí nos deparamos com pouco caso por parte do mesmo.Que lugar é esse? não existe justiça!!!!órgão público não obedece a justiça !!!o povo fica a merce dos corruptos!!!

  3. Vamos nos unir e cobrar dos vereadores a nossa convocacao ja esta na hora da gente ver quem esta a favor ou contra saiao de cima do muro nos nao vamos aceitar chega.Sou de Gargau.Vamos pressionar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.