Arteris tem 10 dias para apresentar cronograma do contorno de Campos

A indefinição das obras do novo contorno de Campos e da Ferrovia EF-118, que liga o Porto do Açu a Vitória (ES), levou o deputado federal Wladimir Garotinho (PSD) a cobrar o início dos investimentos ao Ministério da Infraestrutura. O parlamentar esteve reunido nesta terça-feira (10), em Brasília, com o Secretário Nacional de Transportes Terrestres, Marcelo Sampaio, e com representantes da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), da concessionária Arteris e do Complexo Portuário do Açu.

A estrada do contorno teve novo traçado anunciado em 2013, mas até o momento não saiu do papel. O parlamentar disse que a Arteris não está informando os prazos corretos.

— Agora foi dado pelo ministério um prazo de 10 dias para que concessionária apresente um cronograma e vamos continuar cobrando, pois entendemos se tratar de uma obra estruturante e fundamental para o desenvolvimento, além de gerar empregos — comentou o deputado, que também solicitou a duplicação da BR 101, no trecho de Rio Dourado, cujas obras já foram autorizadas pela ANTT e que até hoje não foram iniciadas.

Com relação à ferrovia EF-118, Wladimir explicou que o governo federal está com problemas no fluxo de caixa para fazer os investimentos necessários. “Diante a este entrave, o governo federal está aguardando a aprovação do projeto de lei (PLS 261/18), oriundo do Senado, que se encontra parado desde 2018, para tentar uma alternativa, que é a obra ser realizada pelo próprio Porto do Açu, pois o atual modelo de concessão não é viável para esta ferrovia. Agora vamos solicitar aos senadores da bancada do Rio de Janeiro para que deem celeridade à votação deste projeto”, disse. Fonte: Folha da Manha/ Arnaldo Neto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.