Aluno faz protesto acorrentado a uma cadeira

Na manhã dessa quinta-feira, um solitário, mas perseverante aluno da Uenf, realizou um protesto solitário pela conclusão das obras paralisadas do “Bandejão”. Ele permaneceu calado, de olhos vendados, acorrentado pelo pescoço a uma cadeira e batendo um garfo no prato durante horas. O Restaurante Universitário é umas das principais reivindicações dos estudantes e teve as suas obras paralisadas por falta de fiscalização da Uenf e quebra de contrato. O Ministério Público Estadual apura as responsabilidades. Diante do protesto de um corajoso aluno só, fica uma pergunta no ar: Ué, cadê os outros alunos? Fonte: Blog do Esdras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.