São Francisco: sábado é “Dia D” de vacinação contra sarampo

Neste sábado (7) acontece o “Dia D” de vacinação contra sarampo em 12 postos de vacinação no município de São Francisco de Itabapoana (SFI). O atendimento à população será realizado das 8h até as 16h. A Secretaria Municipal de Saúde ressalta que deve ser levado o Cartão Vacinal, Cartão do SUS (Sistema Único de Saúde) e CPF (Cadastro de Pessoa Física). A imunização é destinada a todas as crianças entre seis meses até adultos de 59 anos de idade.

A mobilização é desenvolvida em todo país para que a cobertura vacinal contra o sarampo seja ampla e eficiente. “Essa campanha tem a finalidade de atender toda população que ainda não se vacinou. Mesmo aqueles que perderam seu Cartão de Vacinação ou têm dúvidas se vacinaram ou não, devem comparecer a um posto de vacinação para tomar a dose relativa a sua faixa etária”, declarou o coordenador do setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Cristiano de Souza.

A imunização acontecerá nos seguintes postos: Clínica da Família Germano Barros Delgado, no Centro; Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Barra do Itabapoana, Bom Lugar, Travessão de Barra, Praça João Pessoa, Guaxindiba, Gargaú, Imburi, Santa Clara, Floresta, Estreito e Buena.

 

Doença

O sarampo é uma doença infecciosa grave e pode ser fatal, transmitida por vírus e que pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações decorrentes do sarampo são mais graves em menores de 5 anos e podem causar meningite, encefalite, pneumonia, entre outras doenças. O vírus é transmitido pela respiração, fala, tosse e espirro. Tem alto poder de contágio e os sintomas mais comuns são: febre alta, tosse, coriza, conjuntivite, manchas avermelhadas na pele, cefaleia, indisposição e diarreia.

O sarampo é uma doença altamente contagiosa e a única forma de interromper a cadeia de transmissão é por meio da vacina.

Segundo o Ministério da Saúde, mesmo com o novo coronavírus (Covid-19) em evidência no Brasil e no mundo, deve-se ficar atento quanto à importância da vacinação contra o sarampo. A doença é grave e de alta transmissibilidade. Uma pessoa infectada pode transmitir para até outras 18 pessoas que não estejam imunes. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar. Neste caso, não é necessário o contato direto porque o vírus pode se disseminar pelo ar a metros de distância da pessoa infectada. Fonte: Ascom SFI

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.