Laudo em exame de bebê de SFI descarta meningite meningocócica

Saiu o laudo do exame feito para investigar a morte de um bebê da Praia de Guaxindiba, em São Francisco de Itabapoana, que faleceu na madrugada do dia 23 de outubro com suspeita de meningite. Segundo o diretor da Vigilância Epidemiológica do Hospital Ferreira Machado, o infectologista Telmo Garcia, o laudo descartou meningite meningocócica.
Segundo Garcia, a criança teve sim meningite, mas do tipo pneumocócica, como consequência de uma infecção respiratória que evoluiu para o quadro da inflamação da meninge.
Com a confirmação, está descartada qualquer medida de quimioprofilaxia, que é a administração de um medicamento conhecido como Rifampicina a indivíduos que tiveram contato próximo com a pessoa infectada.  A quimioprofilaxia deve ser feito apenas em casos de meningite meningocócica e meningite por Haemophilus Influenzae, o que não foi o caso do bebê.
Segundo o secretário de Saúde de SFI, Sebastião Campista, não há motivo para pânico e a população pode ficar tranquila, pois a forma mais preocupante de meningite, a meningocócica foi descartada. “O que vamos fazer é acompanhar de perto a família para ver se há outras pessoas com problemas respiratórios que possam ser tratados para que se evite a evolução para complicações, como foi o caso deste bebê”, disse. Fonte: V Notícia 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.